PROJETO SABER SEM FRONTEIRAS

SABER SEM FRONTEIRAS

JUSTIFICATIVA

Esse projeto foi elaborado e pensado como uma proposta de trabalho interdisciplinar tendo como referência a Geografia e a História do Brasil, por meio deste, temos a intenção de envolver os alunos, indo de encontro aos seus interesses e curiosidades.

Por meio desta proposta pedagógica, objetivamos possibilitar aos alunos um maior conhecimento sobre o Brasil e suas regiões, abordando aspectos culturais, socioeconômicos, geográficos, históricos e ambientais. Sabendo-se que o nosso país é caracterizado por uma grande diversidade cultural, sentiu-se a necessidade de promover ações pedagógicas a fim de conhecer melhor o país em que se vive, além das fronteiras do Rio Grande do Sul.

 OBJETIVOS

  • Desenvolver o gosto pela pesquisa compreendendo-a como meio de produção e apropriação do conhecimento.

  • Desenvolver a capacidade de compartilhar com o grupo, descobertas e aprendizagem referentes aos temas em estudo.

  • Aprimorar a oralidade, por meio de situação que propiciem o posicionamento diante dos temas abordados e o compartilhamento de ideias..

  • Capacidade de interagir, sonhar, concluir e mostrar o conhecimento adquirido.

  • Compreender a importância do trabalho colaborativo para um ambiente de aprendizagem, e o respeito às diferenças individuais como caminho para tal.

  • Conceituar a identidade cultural dos mais diferentes estados do Brasil, compreendendo sua diversidade.

INTRODUÇÃO

 Este projeto interdisciplinar nasceu do desejo de dar um novo sentido aos saberes, conteúdos propostos no currículo escolar do 7º ano. Por meio deste, pretende-se que os alunos compreendam o mundo que os rodeiam, ultrapassando seus limites de município, ampliando gradativamente seu olhar sobre o mundo. O Projeto Saber sem Fronteiras, faz uma viagem pela História do Brasil e suas regiões, seu povo, sua maneira de ser, produzir cultura e de se relacionar com o meio.

Inicialmente aborda-se a formação histórica e geográfica do Rio Grande do Sul, a cidade de Rio Grande, primeira povoação e primeira capital do nosso Estado, hoje sede do principal porto do Mercosul. Pelotas, capital econômica, pelas suas charqueadas e sua vida cultural intensa; a Laguna dos Patos a entrada para o interior do Rio Grande; a Reserva do Taim, um dos principais ecossistemas do Brasil, o Chuí, o ponto mais meridional do país e a última fronteira ao sul do Brasil. Estes estudos culminam com uma viagem que promove o encontro entre o conhecimento literal e a realidade.

Enfim, atravessar essa fronteira e conhecer o país vizinho Uruguai, com seu povo hospitaleiro, sua geografia, sua língua, suas reservas ecológicas, sua história tão bravamente preservada em seus fortes e monumentos, seu litoral com suas praias de águas limpas e frias, suas construções típicas, sua fauna e flora tão bem preservadas…

Muito além do que se aprende em sala de aula, vivenciar a história, visitar os pontos turísticos, apreciar a natureza, navegar pelo oceano e laguna dos Patos, é levar o aluno ao desbravamento, à aventura de conhecer. É proporcionar à ele a oportunidade de associar o que aprendeu em aula aos cenários reais, de forma espontânea e divertida.

Podemos dizer que esta viagem, mais que o conhecimento, contribui para a formação de pessoas cultas, felizes e conscientes de sua própria história e por consequência, preparados para enfrentar o amanhã com mais independência e segurança.

 

 

 

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/10 (0 votes cast)
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0 (from 0 votes)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>